A verdade

2 set

   Falar a verdade, para quem é leigo sobre a verdade. Muitas vezes trás estranheza, trás desconfiança, transtornos, vergonha, algumas vezes trás chacotas, admiração, revolta, decisão, passividade, ignorância, mudança de comportamento, mudança de crença.
  

Pois é, quem não está preparado para a verdade, prefere defender a mentira. Aquele que julga, muita das vezes não suportaria ser julgado, se fosse posto sob as mesmas circunstâncias de julgamento, não suportaria.
  

O homem ou mulher, que diz crer e seguir os preceitos de “Deus”, prevê situações em que provam: se é o que segue, ou, se somente admira palavras e ensinos.
  

Qual o custo de procurar ser simples, de procurar dar sem esperar receber, e de forma notável, e de bom agrado querer para si somente o que é necessário , e dar para o outro o que seria de seu próprio desejo? Qual o custo de ser, e agir de forma controlada, de ser desprendido de impulsos, e modas. Com domínio total, a verdade exige presteza, ética, atenção, concisão e objetividade. Por isso gera impacto. Mas quem segue e persegue a verdade, é paciente. Pois, sabe que Deus é o Eterno, sabe que o Eterno nunca pode ser medido, que o Eterno nunca passará. Por este motivo é modesto, foge do orgulho, em vez de se exaltar, pega todas suas glórias e tenta reverte-las em compaixão, para os que não as tem. Na verdade, a verdade tem muito de humildade.
 

O que neste mundo é loucura.

De um simples servo Rafael Rocha

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: