23 set

>

O EQUILÍBRIO

Cada criação divina foi cuidadosamente feita com o seu ponto de equilíbrio próprio.
Os planetas, os satélites, as estrelas e todos os corpos celestes têm seu ponto de apoio bem definido. Os peixes, as aves e todos os demais animais, segundo as suas espécies, também têm o ponto de equilíbrio.
O ser humano, por sua vez, não poderia ficar de fora.
Suas pernas mantêm o corpo em posição absolutamente normal.
Se existe uma mínima diferença entre o comprimento das pernas, então o corpo sofrerá um desgaste extra capaz de até aleijá-lo.
Ora, a lei que rege a engenharia do equilíbrio físico é a mesma que rege a engenharia do equilíbrio espiritual.
Se há regras para a manutenção do equilíbrio físico, também há para o equilíbrio espiritual.
Como na engenharia não se permite fugir do balanceamento da matéria, também na lei espiritual não se comporta atitudes extremas ou tendenciosas, sob pena de comprometer a segurança do corpo.
Há cristãos sinceros, por exemplo, lutando consigo mesmos por uma supersantidade, quando a santidade é suficiente para agradar a Deus.
Santo significa separado do pecado.
Quando se almeja uma santidade maior do que a normal, isso é sinal de orgulho espiritual.
Quando a pessoa se dispõe a exageros da fé acaba tendendo para o fanatismo.
Enquanto isso há quem relaxe no cuidado e desenvolvimento de sua fé e até tem permitido conviver com uma consciência maculada. Não se pode tender nem para um lado nem para outro.
Nem mesmo a justiça deve ser executada com extremismo (Eclesiastes 7.16).
O equilíbrio espiritual mantém a fé inabalável e é isso o que nos garante a vida eterna.
Quando Josué foi chamado para substituir Moisés, o Senhor lhe advertiu, dizendo:
“Tão somente sê forte e mui corajoso para teres o cuidado de fazer segundo toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que sejas bem-sucedido por onde quer que andares.” (Josué 1.7).
Deus nos tem dado espírito de moderação (2 Timóteo 1.7), mas é preciso que cada um de nós materialize esse espírito no nosso modo de agir e pensar. Por falta de autocontrole muita gente é arrastada para aventuras perigosas. Às vezes quer voltar, mas não há mais tempo.
A Igreja do Senhor Jesus tem um corpo bem equilibrado porque a cabeça é o próprio Senhor.
E o Espírito de Deus é quem conduz esse corpo sob as pernas da fé e do amor.
A fé representa os dons do Espírito e o amor representa os frutos do Espírito.
A denominação ou o membro dela, que não se adapta a caminhar de acordo com essas duas pernas, estará fadado ao desequilíbrio e à destruição. Nem só a fé, nem só o amor, mas ambos precisam andar em harmonia para o perfeito equilíbrio e desenvolvimento da obra de Deus.
Fonte: IURD USA
Deus os abençoe abundantemente!



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: